Terça-feira, 21 de maio de 2024

Lesa Pátria: PF prende dois e faz buscas em sete estados e no DF para identificar financiadores dos atos golpistas

A Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira (29) 34 mandados, incluindo três de prisão preventiva, em uma nova fase da operação Lesa Pátria – deflagrada há mais de um ano para identificar e investigar envolvidos nos atos golpistas que depredaram as sedes dos Três Poderes em 8 de janeiro de 2023.

Os nomes dos alvos não foram divulgados. Segundo a PF, há um mandado de prisão preventiva a ser cumprido em São Paulo e dois no Distrito Federal.

A TV Globo apurou que entre os alvos no DF estão os empresários Joveci Xavier de Andrade e Adauto Lúcio Mesquita, sócios da rede Melhor Atacadista. Eles já foram apontados como financiadores do acampamento bolsonarista em frente ao quartel-general do Exército.

Ouvido na CPI dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do DF, Joveci negou ter participado dos ataques – mas, ao mesmo tempo, admitiu ter estado no local no momento dos atos de vandalismo.

Em nota, a defesa dos dois sócios diz que não teve acesso à decisão judicial, e que “os investigados veem agora a oportunidade de elucidar completamente as questões em aberto”.

“Eles reiteram seu compromisso com a democracia, o Estado de Direito, o respeito às Instituições, ao processo eleitoral, ao Ministério Público e ao Judiciário, com especial ênfase na sua instância máxima, o Supremo Tribunal Federal”, dizem os advogados.

“O Grupo ao qual Joveci e Adauto são acionistas reitera que é contra o vandalismo e a intolerância política, e acredita que a democracia é feita com pensamentos diferentes, mas jamais com violência. A diretoria do Grupo respeita as Instituições brasileiras, a democracia e o Estado de Direito”, prosseguem.

Mais medidas

Outros sete alvos devem ser monitorados por tornozeleira eletrônica – como uma alternativa à prisão. Esses mandados são cumpridos em Mato Grosso do Sul (1), Paraná (3), Rio Grande do Sul (1), São Paulo (1) e Minas Gerais (1).

Há, também, 24 mandados de busca e apreensão em Tocantins (8), São Paulo (6), Mato Grosso do Sul (2), Paraná (3), Rio Grande do Sul (1), Minas Gerais (1), Espírito Santo (1) e no Distrito Federal (2).

A PF apreendeu cerca de 110 mil dólares e 26 mil euros com um dos alvos de buscas em Tocantins. Segundo a corporação, também foram apreendidas várias armas de fogo com o mesmo alvo.