Terça-feira, 21 de maio de 2024

Dani Alves é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão

Daniel Alves é condenado na Espanha a 4 anos e seis meses de prisão por agressão sexual.

Duas semanas após o julgamento, o ex-jogador da seleção brasileira conheceu hoje a sentença do caso em que foi acusado de agressão sexual contra uma mulher em boate de Barcelona. A juíza Isabel Delgado Pérez havia convocado a comparecer ao Tribunal Provincial de Barcelona todas as partes envolvidas: o atleta e sua advogada, Inés Guardiola, Ester García, advogada da denunciante, e a promotora Elisabeth Jiménez.

Daniel Alves jogava pelo Pumas, time mexicano, quando foi preso em 20 de janeiro de 2023, durante um depoimento. Desde então ele deu várias versões sobre o seu comportamento naquela noite de dezembro de 2022 e teve quatro pedidos de liberdade negados pela Justiça espanhola. O julgamento durou três dias, várias testemunhas foram ouvidas, e Daniel Alves se defendeu no terceiro dia. Na Espanha, a pena máxima para este crime é de 12 anos de prisão. Cabe recurso.